Taipus de Fora

Arquivo da categoria: Noticias

PC cria aplicativo para auxiliar identificação de criminosos e localização de desaparecidos

280x280xLOGO_SIPP.jpg.pagespeed.ic.6i5JrYzyIq

O Sistema de Informação para Proteção à Pessoa (SIPP) desenvolveu um aplicativo para auxiliar o trabalho da polícia na identificação de criminosos e localização de pessoas desaparecidas, que já está disponível para download gratuito nas lojas de aplicativos e através do endereço: http://app.va/dhpp_ba. “Qualquer pessoa, de qualquer lugar do estado, poderá denunciar a localização de envolvidos em homicídios e assaltantes de banco. No aplicativo, a população tem acesso a fotos de homicidas e outros criminosos”, enfatizou o diretor do DHPP, delegado Jorge Figueiredo. O app permite identificar, por meio de fotografias, procurados do Almanaque do DHPP e do Baralho dos Procurados da SSP, e denunciar criminosos procurados por assalto a banco, procurados pelo Denarc e no interior. “Criamos um mecanismo que indexa as informações contidas em todas as abas do aplicativo, tornando a pesquisa mais célere”, salientou o delegado, que idealizou o aplicativo. Ele também permite aos profissionais de instituições que trabalham com pessoas em situações de risco ou com doenças mentais, que pesquisem se há registro de desaparecimento dessas pessoas. Se foi registrado pela família, as informações estarão no banco de dados do SIPP. Uma pesquisa realizada com o nome ou um apelido vai trazer informações com uma fotografia e telefones de familiares. “Um idoso pode não lembrar onde mora, mas saber o próprio nome. Uma pesquisa com esse dado pode nos dizer quem está procurando por ele”, explica Figueiredo.

Diretora da ANP segue discurso de Dilma e defende continuidade do pré-sal

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.hcxPp-AATs

Para uma plateia de investidores e empresários do setor de petróleo, em sua maioria descontentes com as políticas do governo para o setor, a diretora da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP), Magda Chambriard, assumiu o discurso de campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) ao questionar a “descontinuidade” e uma “mudança de rumo” em relação às políticas do setor. Ela também afirmou que “nenhum país do mundo, nem os Estados Unidos”, poderia abrir mão do pré-sal. “Temos que ter muito cuidado toda vez que falamos em mudar de rumo ou de ideia em relação a uma situação como essa. Não podemos ter descontinuidade nessa área. Foram muitos investimentos para chegarmos aqui, perto de colher os resultados”, afirmou a diretora durante a conferência de abertura da Rio Oil & Gas. A diretora fazia uma defesa dos investimentos do governo na área de pesquisa no setor de óleo e gás em parceria com as universidades. Mais cedo, em sua apresentação, Magda também defendeu a prioridade do governo dada ao pré-sal, atribuindo às descobertas na águas profundas o impulso para o crescimento na produção em todo o mundo. “Ainda estamos na fase do petróleo e não podemos pensar o contrário. Nenhum país do mundo, nem os Estados Unidos, poderia sequer pensar em abrir mão dessa riqueza”, afirmou. “Hoje, no primeiro semestre, voltamos a ser exportadores de petróleo. Ainda importamos gás, sobretudo da Bolívia. Mas esse crescimento teve grande contribuição das descobertas realizadas em águas profundas.” A exploração das áreas do pré-sal se tornou uma das principais bandeiras da campanha da presidente Dilma Rousseff após a sua polarização com a candidata do PSB, Marina Silva. A presidente tem feito duras críticas ao programa de governo da candidata rival, alegando que Marina Silva não pretende dar continuidade aos investimentos no setor.

Por Antonio Pita e Fernanda Nunes l Estadão Conteúdo

Itabuna: Mais de 70% dos telefonemas atendidos por Samu são trote

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic._tuZDGBrPf

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Itabuna, no sul baiano, recebeu só no ano passado 72 mil trotes, apontam dados divulgados pela prefeitura. E, até setembro dentes ano, já foram 74 mil ligações falsas. Segundo a coordenadora do Samu no município, Sandra Campos, a recorrência da ‘brincadeira’ – que equivale a mais de 70% dos atendimentos – prejudica o trabalho do órgão. Uma equipe já chegou a se deslocar 60 quilômetros para atender uma suposta vítima. “Para tentar resolver isto fazemos muitas perguntas, mas ainda assim, alguns são convincentes”, explicou ela. De acordo com Sandra, casos mais graves deixam de ser atendidos por conta das mentiras. “É preciso que os pais orientem seus filhos sobre o perigo de passar trotes e também que policiem o próprio celular, visto que muitas crianças utilizam o aparelho dos próprios para ligarem”, advertiu.

Foto: Gabriel de Oliveira/Divulgação

Maior vantagem de Dilma é no Nordeste, diz Vox Populi

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.TzcdeZOxAC

A presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), tem a maior vantagem em relação aos seus adversários na região Nordeste. De acordo com pesquisa divulgada nesta segunda-feira, 15, pelo Vox Populi e pela Rede Record, Dilma tem na região 56% das intenções de voto. A candidata do PSB, Marina Silva, aparece com 22% e Aécio Neves (PSDB) tem 6%. O total de indecisos no Nordeste chega a 8% e os eleitores que disseram que vão votar em branco ou anular o voto são 6%. Dilma também leva vantagem em relação aos adversários nas regiões Centro-Oeste/Norte e Sul. No entanto, a vantagem da petista para Marina, que é a segunda colocada, é menor nessas localidades. Na região Centro-Oeste/Norte, Dilma aparece com 35% das intenções de voto, contra 33% de Marina e 16% de Aécio. Os brancos e nulos são 4% na região, e os indecisos somam 10%. No Sul, a presidente Dilma tem 27% das intenções, em situação de empate técnico com Marina que registra 25% da preferência do eleitorado. Já o tucano tem 18% das intenções na região. Votos brancos e nulos somam 9% e os eleitores indecisos chegam a 18%. O cenário mais favorável a Marina aparece na região Sul, onde ela tem 28% das intenções. A presidente Dilma, no entanto, aparece logo atrás, em empate técnico, com 26% da preferência dos eleitores. O tucano Aécio Neves registra 20% das intenções. Votos brancos e nulos chegam a 11% e os indecisos, 13%. A pesquisa ouviu 2 mil eleitores em 147 municípios do País, entre os dias 12 e 14 de setembro. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais e o nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-00632/2014.

Por Carla Araújo | Estadão Conteúdo

Novo caminho para chegar à Península de Maraú, vôos diretos para Valença

azulilhéus

A Azul Linhas Aéreas opera, desde o dia 30 de Agosto, um novo voo saindo de Campinas para a cidade de Valença, na Bahia. De olho no mercado turístico, a empresa oferece a rota, que abriga alguns dos destinos mais procurados do Estado, Morro de São Paulo e a Península de Maraú. As tarifas custam a partir de R$ 99,90 (válida por trecho) ou 6 mil pontos no programa TudoAzul (pontuação válida por trecho). O voo sairá do Aeroporto Internacional de Viracopos às 13h48 e a chegada na Bahia será às 16h05. Na volta, os voos saem de Valença às 16h35 com chegada prevista para as 18h56 em Campinas. As frequências diretas serão oferecidas aos sábados.

Fonte: Ilhéus 24h

Mais da metade dos orelhões brasileiros serão desativados, diz Anatel

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.jIH8Bqnbmv

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou que metade dos orelhões existentes no Brasil serão desativados: são 461,3 mil unidades, o que equivale a 60% dos 763 mil que estão espalhados pelo país. A justificativa é o uso reduzido dos equipamentos. Segundo a gerente de universalização da Anatel, Karla Crossara, 81% dos orelhões realizam até quatro chamadas diárias em média, por um tempo total de quatro minutos. São, portanto, apenas 120 minutos por mês. No entanto, os celulares, que são apontados como responsáveis pela redução do uso dos telefones públicos, são usados em média por 128 minutos mensalmente para chamadas. Ainda de acordo com a Anatel, o problema é que a receita com os orelhões não paga a manutenção. Em 2012, diz Karla, a arrecadação alcançou 90% de queda. Com informações do portal UOL.

Uma em cada 10 mulheres sofreu abuso sexual em 2012 no mundo, diz estudo

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.eW4mbYLHqO

Um estudo divulgado nesta quarta-feira (3) pela Organização das Nações Unidas (ONU), em parceria com a Unicef, indica que uma em cada 10 mulheres já sofreu abuso sexual em 2012 no mundo. Isso significa um total de 120 milhões de pessoas do gênero feminino vítimas deste tipo de violência. O levantamento, que abrange 190 países, aponta também que uma em cada três adolescentes casadas, o que significa 84 milhões de pessoas, sofreram alguma violência emocional, física ou sexual por parte de seus maridos. A violência contra crianças e adolescentes tem crescido nas últimas décadas, segundo relatório. Cerca de 95 mil mulheres com menos de 20 anos foram assassinadas em todo o mundo. As principais causas apontadas pelo estudo foram o fato de que as vítimas são muito jovens para prestar queixas, escassos serviços de proteção aos mais novos, entre outros.

Mundo: OMS apela para indústria farmacêutica por vacina contra a ebola

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.PwW-WyuzVb

Diante da epidemia que não dá sinais de perda de forlça, a Organização Mundial da Saúde (OMS) apela para as grandes empresas do setor farmacêutico e agências reguladoras para que apressem a fabricação de vacinas contra o vírus. A doença já infectou mais de 3,5 mil pessoas na Guiné, Serra Leoa e Nigéria, com mais de 1,5 mil mortes. Até o momento os testes de segurança da primeira vacina contra o ebola começam a ser realizados pela GlaxoSmithKline. Nesta quinta-feira (4), a entidade reuniu em Genebra, na Suíça, os 200 maiores especialistas no ebola e selecionou dez novos tratamentos que podem ser usados para frear a doença como candidatos para investimentos. No entanto, a OMS alertou que, se os recursos não forem empregados para valer, muita gente ainda morrerá antes de remédios e vacinas estarem disponíveis. A organização também informou que selecionou oito remédios e duas vacinas que passam por testes e começam a dar sinais de que podem ser parte de uma resposta global ao problema. De acordo com a vice-diretora da OMS, Marie-Paule Kieny, a meta do encontro desta semana entre os especialistas é o de concentrar esforços em alguns remédios com maior potencial e acertar um compromisso de que chegarão ao mercado no tempo mais curto possível. Descoberto pela primeira vez em 1976, o ebola até então não recebeu atenção de trabalhos científicos nem do setor privado. Este alegou que não havia mercado para o desenvolvimento de vacinas.

Pacientes ajuízam mais de 24 mil ações em busca de remédios em todo país

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.zfizfmwC29

A Justiça Federal recebeu, no período entre 2013 e 2014, 24,1 mil ações de pacientes que buscam obter medicamentos através da Justiça. Segundo a Advocacia Geral da União, a maioria dos casos é referente à obtenção de remédios de custo elevado que não são oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no entanto, há casos em que o remédio figura na lista da rede pública. No relatório da AGU, em 2013 foram 15.411 ações ajuizadas para obtenção de medicamentos, e até 31 de julho deste ano, 8.768 ações judiciais foram ajuizadas na busca de remédios. Informações de O Globo.

Sancionada lei que permite porte de arma de fogo por guardas municipais

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.s4wUGA8RZY

Edição extraordinária do Diário Oficial da União publicou ontem (11) a lei que permite porte de arma de fogo por guardas municipais, sancionada na última sexta-feira (8) pela presidenta Dilma Rousseff. “Aos guardas municipais é autorizado o porte de arma de fogo, conforme previsto em lei”, diz o texto oficial. Estabelece, porém, que o direito pode ser suspenso “em razão de restrição médica, decisão judicial ou justificativa da adoção da medida pelo respectivo dirigente”. De acordo com a regra, além da segurança patrimonial, estabelecida pelo Artigo 144 da Constituição Federal, as guardas terão poder de polícia. Elas poderão atuar na proteção da população, no patrulhamento preventivo, no desenvolvimento de ações de prevenção primária à violência, em grandes eventos e na proteção de autoridades, bem como em ações conjuntas com os demais órgãos de defesa civil. A Lei 13.022/2014 decorre de projeto apresentado pelo deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), aprovado pelo Congresso Nacional no mês passado. A proposta gerou polêmica. Entidades ligadas à defesa dos direitos humanos e o Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares foram contrários ao porte de armas, defendido pelas associações de guardas municipais. Com a aprovação da lei, os profissionais também deverão utilizar uniformes e equipamentos padronizados, mas sua estrutura hierárquica não poderá ter denominação idêntica à das forças militares. As guardas terão até dois anos para se adaptar às novas regras.

Fonte: Bahia Noticias.